._.

Os Regulares

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Eu tenho de comprar prendas de natal, tenho de dizer bom-dia as pessoas, tenho de ir para a escola de manhã, tenho de fazer os meus trabalhos de casa, tenho de estudar, tenho teste na quinta-feira, tenho de vestir-me para o inverno, tenho de guardar a roupa de verão, tenho de dar atenção ao que não gosto, tenho de tomar os remédios da constipação... tenho de preocupar-me com o meu futuro, tenho de calçar meias se quero usar ténis, tenho... tenho ... tenho...



..... Agora Laura, diz-me que és livre.

 Olá Dezembro! Adeus Novembro Cruel!

7 comentários:

Anónimo disse...

hummm crescemos e o mundo inteiro espera que nós consigamos fazer tudo, que o tempo é só uma palavra efémera e nos estudantes temos demasiado tempo livre mas a realidade é que se aqueles nos dão o trabalho estivessem nos nosso pés teriam se revoltado a muito, teriam se queixado muito mais que nós e talvez outros estariam em pior estado que nós em termos emocionais. Acredito que aquilo que todos nós devia-mos pedir no natal era mais tempo esse seria o melhor presente de sempre.

Marina disse...

porcaria de Dezembro!

Laura disse...

Anónimo.
Cada vez parece que as pessoas dão menos valor ao tempo... Acham que é tudo eterno. E na verdade, nós nunca seremos tão novos como somos hoje.

Laura disse...

Marina, ainda só vamos no dia 1, ainda há esperança para Dezembro <3

Anónimo disse...

pois mas perdemos o nosso tempo a trabalhar e a estudar coisas que nunca iremos usar no futuro ou sequer lembrar, mal de nós se o dissermos a alguém depois dizem logo que só somos preguiçosos e que não queremos fazer nada na nossa vida mas quando apresentamos com alguma das nossas matérias ficam "aaaaaaaaaaaaaaaaaah pois nunca aprendi isso mas tu devias estar sempre a estudar" --' certo.... não tenho mais nada que fazer na vida senão estudar não tenho ensaios, não tenho tarefas domesticas, não tenho mais nenhuma matéria senão aquela --' ...
têm as expectativas demasiado altas e mostramos um teste com uma nota alta como um 18 e comentam "se tu tivesses trabalhado mais estarias a me mostrar um 20"

Laura disse...

É ridículo, está bem que o mundo agora é cão para toda gente, e é dificil ser feliz ( nas expectativas dos outros implica ser rico e ter 20 em tudo e esmagar os outros com a nossa "bonzice" )
Eu ainda acho que deve haver outra forma qualquer de ser uma pessoa respeitada que não seja obrigatoriamente ter média de vinte e ser mal-amada e mal- humorada com tudo.

Anónimo disse...

e finalmente quando se consegue algo na vida essa pessoas ficam todas orgulhosas e dizem se não fosse eu não serias nada agora da-me guito